segunda-feira, 7 de abril de 2014

=> UPAE Garanhuns realiza Mutirão de Cirurgias

A UPAE Garanhuns está realizando II Mutirão de Cirurgias, desta vez ofertando intervenções oftalmológicas e na especialidade de otorrinolaringologia, durante os meses de abril, maio e junho, que pretende atender mais de 800 pacientes. O primeiro mutirão aconteceu nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, e ofereceu cirurgias gerais, mais especificamente de hérnias.

"As pessoas estão sendo encaminhadas pelas Secretarias de Saúde dos seus municípios, através da regulação. Chegando à UPAE, passam pela avaliação dos especialistas para definir se precisam do procedimento cirúrgico." - afirma Dr. Franco Junqueira, coordenador Médico da Unidade Pernambucana de Atendimento Especializado.

Dr. Franco lembra que a UPAE oferece um atendimento especializado que não existia na região. "Nós temos hoje 15 especialidades. Nossos pacientes não contavam com estes profissionais na região, e se dispunham, tinham que pagar por eles, ou até se deslocar para outras regiões, principalmente a capital do estado. Muitos tinham que esperar meses por uma consulta. Com a UPAE, estes cidadãos têm um atendimento que eles merecem, de qualidade e em tempo hábil. E mais, eles saem da UPAE com seus diagnósticos e os tratamentos encaminhados, pois não é apenas a consulta, oferecemos também os exames daquela especialidade, e se for o caso, até as cirurgias" - afirmou o coordenador médico da unidade.

A UPAE Garanhuns oferece cirurgia geral (inclusive com hérnia), dermatológicas, oftalmológicas (inclusive catarata), urológicas e otorrinolaringológicas, que estão sendo desenvolvidas aos poucos. As implantações foram gradativas para a unidade crescer sem perder a qualidade. Segundo Gustavo Amorim, Coordenador Geral, a UPAE Garanhuns realizou 250 cirurgias em fevereiro, e o planejamento é continuar em crescimento, já que há ainda uma capacidade ociosa dependente do envio dos municípios.

Todas as especialidades previstas no planejamento da UPAE Garanhuns já fazem parte do quadro de serviços da unidade.


Para saber mais:
UPAE Garanhuns Dr. Antônio Simão S. Figueira
Rodovia BR 423 km 92 - Magano - Garanhuns - PE


FONTE: Ronaldo César (VOX COMUNICAÇÃO - Assessoria de Imprensa)

3 comentários:

  1. Franklin Stem Santos da Silva23 de maio de 2014 14:05

    NÃO SOMOS MACACOS!


    SOMOS TODOS DOUTORES...


    NÃO É ESQUISITO... Se colocam no crachá e na escala de serviço, Doutor antes do nome do médico, porque também nos outros DOUTORES (que tem Doutorado e/ou Resolução) não é feito igual? NÃO É MESMO ESQUISITO ?

    Não Sejam Preconceituosos e Injustos, RESPEITE-OS!
    O CERTO É ASSIM:

    Dr. José
    Biomédico



    Drª. Maria
    Enfermeira



    Dr. José
    Médico


    PRECONCEITO NUNCA MAIS!

    ResponderExcluir
  2. Franklin Stem Santos da Silva23 de maio de 2014 14:06

    A verdade é que deveria ter respeito e valorização dos nossos profissionais, salário digno é assim:
    Graduado... Dr. Médico - 100%
    Graduado... Dr. Enfermeiro - 70% do Dr. Médico
    Graduado... Outros Doutores da saúde 70% do Dr. Enfermeiro

    Nível Médio – Técnico de Enfermagem ou outros da saúde - 50% dos outros Doutores da saúde
    Ensino fundamental – Auxiliar de Enfermagem ou outros da saúde - 70% do Técnico de Enfermagem ou outros da saúde.

    30 HORAS JÁ: ENFERMAGEM E TODOS – ÁREA DE SAÚDE

    ResponderExcluir
  3. Franklin Stem Santos da Silva23 de maio de 2014 14:06

    Não julgar o próximo

    Um médico entrou num hospital apressado, depois de ter sido chamado para uma cirurgia urgente. Ele respondeu à chamada imediatamente e mal chegou trocou-se e foi direto para o bloco operatório. Pelo caminho encontrou o pai do rapaz que ia ser operado a andar para trás e para a frente à espera do médico. Quando o viu, o pai gritou:
    -”Porque demorou este tempo todo a vir? Não sabe que a vida do meu filho está em perigo? Você não tem o mínimo de sentido de responsabilidade?”
    O médico Dr. José, sorriu e respondeu serenamente:
    -”Peço-lhe desculpa, não estava no hospital e vim mal recebi a chamada… Agora, gostaria que você se acalmasse para que eu também possa fazer o meu trabalho.”
    -”Acalmar-me?!?! E se o seu filho estivesse dentro do bloco operatório, você também ficaria calmo? E se o seu filho morresse o que faria?”, disse o pai visivelmente agitado.
    -”Ficar nesse estado alterado e de nervos não vai ajudar nada, nem a si, nem a mim e muito menos ao seu filho. Prometo-lhe que farei o melhor que sei e consigo dentro das minhas capacidades”, disse o médico Dr. José.
    -”Falar assim é fácil, quando não nos diz respeito.”, murmurou o pai entre dentes.
    Passadas algumas horas, a cirurgia terminou e o médico Dr. José e a enfermeira Drª Maria, saíram sorridentes de encontro ao pai.
    -”A cirurgia foi um sucesso. Conseguimos salvar o seu filho! Se tiver alguma questão pergunte à enfermeira Drª. Maria.”
    Sem esperar pela resposta, o clínico prosseguiu caminho visivelmente apressado. O pai irritado dirigiu-se à enfermeira Drª. Maria e desabafou:
    -”O médico Dr. José é mesmo arrogante… Será que lhe custava muito ficar aqui mais uns minutos para eu lhe questionar em relação ao estado geral do meu filho?”
    A enfermeira Drª. Maria, um pouco abalada e quase a chorar respondeu-lhe:
    -”O filho do Dr. José morreu ontem num acidente rodoviário. Ele estava no funeral quando o chamamos para a cirurgia do seu filho. Agora que a cirurgia terminou e o seu filho foi salvo, o Dr. José, voltou para o funeral a correr para prestar a última homenagem ao filho dele.”

    Pense Nisso: NUNCA JULGUE!

    ResponderExcluir